21 de janeiro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
25/12/19 às 14h45 - Atualizado em 7/01/20 às 8h52

Mudas de ipê garantem futuro florido em condomínio popular

Em 18 de dezembro, o governador Ibaneis Rocha entregou 528 novas moradias em São Sebastião, em ação conjunta com o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto. Após pegar a chave do imóvel, o mutuário contemplado deveria ajudar a plantar uma muda de ipê em frente ao seu imóvel, adquirido a partir de um convênio entre GDF e Governo Federal. Uma semana depois do gesto simbólico, não só as mudas floresceram como boa parte da área verde entre os prédios de concreto está repletas delas.

O gesto edificante não é a toa. Futuramente o nome do condomínio, temporariamente apelidado de Crixá e localizado em São Sebastião, deve ser rebatizado e ganhar outra denominação. Não por acaso passará a se chamar Condomínio Ipê. No canteiro central entre seis blocos e perto do bicicletário há 14 pés dessa árvore típica do Cerrado, cuja magia é colorir os ambientes públicos durante quase o ano todo, com suas nuances de tonalidades roxa, amarela, branca e rosa.

Em frente ao apartamento de Aldiro de Jesus, 44 anos, tem um pé que já está com um metro de altura e folhas, mas ainda não possui coloração típica da espécie. Feliz da vida por ter sido contemplado com o imóvel, cujas prestações são de R$ 80 mensais durante 120 meses.

O serralheiro do Bloco D se mudou no último sábado (21). Ele morava de aluguel em Planaltina. Como bom brasiliense, conhece bem a beleza do ipê e não vê a hora de ter um pé de pétalas roxas na porta da sua casa. “Com essa plantinha, isso aqui vai ficar mais lindo do que já é”, vislumbra.

Recanto

O residencial Crixá tem sete condomínios com 16 blocos, que serão entregues em 2020. A infraestrutura conta ainda com uma escola que funcionará dentro dos dois condomínios, bem como dispõe de guarita e de amplo estacionamento. Estrutura digna de condomínios que se pretendem organizados e confortáveis. Ali vão morar aproximadamente 2,1 mil pessoas. É o cálculo estimado por família, que deve ser composta de, no mínimo, quatro membros (casal e dois filhos). Eles terão a bela companhia dos ipês. Que, assim como as próprias famílias, vão crescer e viver ali por um bom tempo.

Mudas de ipê garantem futuro florido em condomínio popular

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros